sábado, 21 de novembro de 2009

Até já

Tenho estado um pouco ausente e um pouco sem paciência para escrever tudo o que me vai na alma e no coração!!

Têm sido dias emotivos... complicados... k a única vontade é arranjar algum dispositivo que faça o tempo voltar atrás ou algo do género.

Infelizmente e como alguns "leitores" já tinham percebido devido a posts anteriores, tenho o meu tio doente.

Tem um tumor maligno na cabeça inóperavel.

Passaram-se alguns meses desde que foi diagnosticado o tumor e como já se previa o estado dele tem piorado dia para dia a olhos vistos.

Na 4ª feira, infelizmente foi internado. Já não comia, não bebia, nem tomava a medicação desde domingo passado.

Foi-lhe feito um TAQ e chegou a triste noticia de que o tumor tinha crescido vertiginosamente.

Ficou internado essa noite, e foi-lhe dada alta no dia seguinte com a promessa de que ele iria comer, beber e tomar a medicação.

Entretanto chega 6ª feira...

Vinha para o meu trabalho muito descansada, fui ao café, falei com o meu pai ao telemóvel, etc. Ou seja, rotina do dia a dia.

Até que ao final da manhã recebo uma sms do meu pai a dizer que está no hospital com o meu tio.

Estava inconsciente e tinha deixado de respirar.

A única coisa que o mantinha vivo era o facto de tar ligado ás máquinas.

E eu no meu trabalho. Desesperada. A querer fazer alguma coisa pelo meu tio, pela minha tia, pelo meu pai. Mas a sensação de impotência era tão grande.

Nunca tive dúvidas que era uma questão de tempo. Sei porque já vivi outra situação similar.

Mas por muito preparados que digamos que estamos, quando as coisas acontecem na realidade, é como se levassemos com um camião em cima.

Eu só chorava.... parecia que tinha algo em cima do peito que não me deixava respirar.

Sei que o final está próximo meu tio, sei que o melhor é partires sem sofreres... (mas deixa-me ser egoista por mais um pc.... deixa-nos ter a tua presença mais um pouco.... gostamos tanto de ti.... vais fazer tanta falta...)

Sempre foste um pilar para todas as pessoas que tinhas à tua volta.... sempre foste dedicado aos que amas.... e mesmo quando essa doença já te tinha retirado alguma vida, a tua maior preocupação não era contigo mas sim sempre com os outros....

Conheço-te há 26 anos.... admiro-te, respeito-te e amo-te cada vez mais.

E uma coisa nunca mas nunca vou esquecer.... o teu sorriso e a forma carinhosa sempre que me abraçavas.

És lindo dentro e fora. És perfeito como pessoa. Perfeito como desportista. Perfeito como marido. Perfeito como pai. Perfeito como irmão. Perfeito como avô. Perfeito como tio.

És um dos seres humanos mais perfeitos que já conheci.

Amo-te com todo o meu coração meu tio e sei que irás sempre proteger os teus estejas onde estiveres.

E as saudades serão muitas.....

Não te vou dizer um adeus.... apenas um até já... porque sei que irás tar sempre ao meu lado e que mais cedo ou mais tarde irei reencontrar-te.

Portanto....

ATÉ JÁ

Sem comentários:

Enviar um comentário

Digam de vossa justiça